Guia do universitário: morar em kit, ap ou casa?


Quando procuramos um imóvel, nos preocupamos com localização, preço, facilidades (tópicos que já abordamos neste texto aqui). Além de tudo isso, há outro ponto essencial: o tipo de imóvel. Para universitários ou não, a pergunta é a mesma: morar em kitnet, apartamento ou casa?

KITNET

Kitnetes são pequenos apartamentos. Eles podem ser construídos em andares ou também apenas no térreo. Geralmente, apresentam no máximo três cômodos: cozinha/sala, quarto e banheiro. Alguns possuem uma sala separada da cozinha ou até mesmo uma pequena área de serviço. Em outros, a área de serviço pode ser comum a todos os moradores.

Pelo seu tamanho, as kitnetes são uma ótima opção para quem mora sozinho. Além do valor do aluguel ser menor, também há maior facilidade em manutenção e limpeza. Pessoas que passam a maior parte do tempo viajando ou no trabalho, também preferem kitnetes.

Alguns imóveis são espaçosos o suficiente para dividir com outra pessoa. Mas tudo irá depender muito da rotina. Por exemplo, se são duas pessoas que ficam a maior parte do tempo em casa, o espaço pode ficar pequeno para dois. Contudo, algumas kitnetes possuem até um pequeno quintal. O que pode ser ótimo para quem não se sente muito bem em espaços fechados.

Afora os pontos acima, na hora de alugar o imóvel, confira com sua imobiliária ou corretor se há taxa de condomínio, IPTU, se possui garagem e se o valor total já inclui alguma outra despesa como água, luz, gás ou até mesmo internet.

APARTAMENTO

Apartamentos costumam ser mais espaçosos e também possuir mais cômodos que as kitnetes. A divisão dos cômodos geralmente é composta por quarto, banheiro (suíte ou não), sala, cozinha e área de serviço. Alguns ainda possuem sacada, o que pode ser útil na ventilação do espaço.

Podem ser ideais para quem mora sozinho ou divide o local com alguém. Para morar sozinho, apartamentos são úteis a pessoas que possuem muitos móveis, por exemplo. Ou mesmo pessoas que preferem lugares mais espaçosos. Para dividir, vários apartamentos possuem dois ou mais quartos, trazendo maior privacidade aos moradores.

Além desses pontos, apartamentos geralmente levam vantagem na questão segurança. Muitos possuem portaria 24 horas, câmeras de vigilância, portão e cerca elétrica. Ainda que mais espaçosos, apartamentos costumam ser menores que casas, sendo assim, caso você procure um imóvel em uma região central ou bem valorizada, optar pelo apartamento pode ser financeiramente atrativo.

Afora questões relacionadas ao valor, não deixe de conferir a estrutura do condomínio, se há apenas escadas ou elevadores, quantos apartamentos há por andar, se possui área de lazer ou garagem, etc.

CASA

Casas, sem dúvida, são vantajosas no quesito espaço. Os modelos variam de acordo com o perfil do morador e também com relação ao valor. Há casas com garagens para mais de um carro, quintal espaçoso, cozinha + sala de jantar, vários banheiros, escritório, etc.

Este tipo de imóvel é o mais ideal para repúblicas com vários moradores ou mesmo para grandes famílias. Por conta de serem separadas de outras construções por muros, oferecem maior privacidade e menos problemas com barulho de vizinhos, por exemplo. Casas ainda são ideais para pessoas que possuem algum bichinho de estimação ou tenham vontade de ter um jardim.

Ainda que haja casas localizadas em condomínio, a maior parte delas não têm essa despesa. O que pode ser um atrativo. Por outro lado, requerem maior manutenção e também maior cuidado com segurança.

Seja qual for o tipo de imóvel, esteja sempre atento à localização, valores, diferenciais, estrutura da construção e espaço. Informe à sua imobiliária ou corretor quais suas necessidades, assim, eles podem te ajudar a fazer a melhor escolha.

Um abraço da equipe Roca e até mais!

Guia do calouro: morar sozinho ou em república?


Ir morar em outra cidade ou estado é sempre um desafio para calouros que acabaram de ingressar na faculdade. Fora a pressão de iniciar uma carreira, há muitas outras decisões a serem tomadas. Por isso, já falamos aqui no blog sobre Onde e com quem morar em São Carlos. Hoje, vamos voltar um pouco a esse tópico e discutir sobre o que é melhor: morar sozinho ou em república?

PERFIL SOCIAL

Um dos principais pontos a ser levado em consideração é o seu perfil social. Em cidades universitárias, há diversas repúblicas tradicionais. Essas repúblicas são casas de estudantes que existem há anos e, por isso mesmo, além de terem seus nomes conhecidos no meio universitário, também possuem um calendário social.

Por exemplo, muitas repúblicas participam ou até mesmo coordenam projetos de assistência social. Além disso, essas repúblicas organizam festas que são tradicionais na cidade.

Resumindo: em primeiro lugar, para se dar bem em uma rep, você precisa estar disposto a participar de todos esses eventos. Eles são construídos e organizados entre os moradores e será esperado que você ajude nessa organização.

PERFIL INTERPESSOAL

Em segundo lugar, temos a sua relação com as outras pessoas. Pessoas mais introvertidas tendem a preferir morar sozinhas. Isso permite que elas tenham seu próprio espaço, possam organizá-lo como quiserem e procurem contato social apenas quando desejarem.

Já pessoas extrovertidas, geralmente, não têm problema em dividir os cômodos da casa (inclusive o quarto) com várias pessoas, optando por morar em repúblicas. Pessoas que se encaixam nesse perfil podem se sentir sozinhas caso decidam morar sozinhas.

Por outro lado, há pessoas que buscam, conscientemente, tomar decisões que não se encaixam tanto no perfil. Como assim? Por exemplo, se você é uma pessoa introvertida e, por isso mesmo, gostaria de conviver com mais pessoas e interagir mais socialmente, procurar uma república pode ser um bom começo.

PERFIL ECONÔMICO

Por fim, um outro ponto muito importante é a questão econômica. De forma geral, morar em repúblicas sai mais barato. Isso porque as contas são divididas em várias pessoas. Além disso, é possível morar em uma casa muito grande, em um ótimo bairro, pagando um preço acessível.

Para pessoas que prefiram morar sozinhas, será necessário gastar um pouco mais. Não só para pagar o aluguel, mas também, por exemplo, para mobiliar a kit ou ap.

Leve em consideração todas suas despesas: aluguel, água, luz, condomínio, alimentação e mobilidade, para decidir qual das opções é mais acessível economicamente para você.

 

Para tomar a decisão de morar sozinho ou em rep a principal questão é: faça escolhas que estejam de acordo com o seu perfil e que o deixem o mais confortável possível. Morar em um ambiente que não lhe agrada pode prejudicar diretamente seus estudos. Além disso, lembre-se de que essas decisões não são eternas! Caso você tenha feito uma escolha e depois percebeu que não se sente muito satisfeito com ela, você ainda pode mudar e procurar outro lugar que lhe agrade mais 🙂

Um abraço da equipe Roca e até mais!

Guia do Universitário: cuidados com a casa antes de sair de férias


As aulas estão terminando e está na hora de descansar, não é mesmo? É hora de voltar para a casa da família, rever amigos de outras cidades e até viajar. Mas, como deixar sua outra casa/kit/ap para trás, em segurança e bem-cuidada? Veja no post de hoje um passo a passo para sair de férias e não ter preocupações!

PASSO 1: PARTE ELÉTRICA E HIDRÁULICA

Uma das primeiras medidas a ser tomada antes de sair de férias é desligar TUDO. Retire todos os eletrodomésticos da tomada, assim você evita curtos-circuitos e, também, economiza energia. Além disso, não se esqueça de desligar o registro geral de água. Caso haja vazamentos ou algum cano estoure enquanto estiver fora, você não corre o risco de ter alguma parte da casa inundada e não paga uma conta de água exorbitante.

passo 2: alimentos

O ideal é que você consuma todos os alimentos da despensa e geladeira, para que não vençam ou estraguem. Assim, você também pode tirar a geladeira da tomada (faça isso um tempo antes, para poder retirar a água do degelo).

passo 3: limpeza

Não se esqueça também de retirar os lixos e lavar as louças antes de sair! Isso evita que você volte e encontre um cheirinho desagradável 😉

passo 4: pets

Se tiver algum animalzinho de estimação, lembre-se de conferir qual é o procedimento ideal para levá-lo com você (isso depende da sua forma de locomoção, se irá viajar de carro, ônibus ou avião). Caso seu animalzinho não possa o acompanhar, veja se há algum amigo que possa ficar com ele enquanto você estiver de férias.

passo 5: contas

Você estará de férias, mas as despesas não! Não se esqueça de pagar ou agendar o pagamento do aluguel, condomínio, água, luz, cartão de crédito… A facilidade atualmente é que praticamente todos os boletos podem ser gerados e pagos online. o/

passo 6: avise alguém

Se você tiver um vizinho em quem confie muito, avise ele que você ficará fora por um tempo e peça para que ele dê uma olhadinha na sua casa ou ap. Não se esqueça de deixar seu contato com ele, caso seja necessário falar com você.

Agora você e sua casa estão prontos para curtir este tão merecido descanso! Aproveite e boas férias!

Um abraço da equipe Roca e até mais!

Guia do Calouro: dicas para facilitar seu dia a dia na nova cidade

 

Agora que você já mudou, escolheu onde e com quem morar, vem um novo processo: a adaptação. Muitos alunos se sentem deslocados e até um pouco sozinhos no começo. Isso não é motivo de vergonha, viu?! Para quem morou sempre com os pais, mudar de casa e de cidade é um processo muito complexo e pode levar um tempinho mesmo para se adaptar. Por isso, preparamos aqui algumas dicas para te ajudar a curtir o dia a dia na sua nova cidade 🙂

conheça os serviços que a universidade oferece

Algo importante a entender desde o começo é que a universidade vai te oferecer muito mais do que aulas, elas são apenas uma parte do seu processo de formação. Converse com veteranos, acompanhe os e-mails institucionais ou perfis da faculdade e centros acadêmicos no Facebook. A USP e a USFSCar aqui de São Carlos, por exemplo, possuem uma grade de programações que vão desde palestras e cursos de idiomas até exibições de filmes e outras atividades culturais. Essas atividades são ótimas para conhecer novas pessoas, montar uma rotina na nova cidade e se divertir, além de aprender. Também procure sobre os serviços de auxílio que sua universidade disponibiliza, como alimentação, saúde e esportes. Conheça tudo que puder!

preocupe-se com sua alimentação

Às vezes a rotina de estudos irá consumir uma boa parte do seu tempo, fazendo com que você se esqueça de coisas importantes como: comer. Aqui, a questão é organização. Se você sabe que na terça, por exemplo, vai estar o dia todo ocupado, faça um pouco de comida a mais na segunda, assim, no dia seguinte, você não precisa cozinhar. Também sempre confira com antecedência os alimentos na sua despensa. Se estiver faltando algo, você pode ir ao mercado antes ao invés de deixar para a última hora. Se você for do tipo que não gosta ou não sabe cozinhar, peça dicas para algum amigo, para a família ou procure receitas na internet. Alguns sites disponibilizam até um cardápio para estudantes, com preparos rápidos, econômicos e fáceis!

regule os gastos

Outro fator que também exige organização é a questão econômica. Agora que você mora sozinho, faz parte do processo de mudança e amadurecimento que você seja o responsável por monitorar seus gastos e saber para onde dedicar o dinheiro recebido. O ideal é ter uma planilha ou um caderninho no qual você possa anotar suas despesas. Caso você não queira ser tão organizado assim, tenha estipulado mentalmente o quanto do seu dinheiro você irá gastar em: despesas da casa, supermercado e lazer.

viva a cidade

É aquele ditado, né?! Aproveite tudo que está disponível a você! A universidade, os amigos, a vizinhança… Não tenha medo de pedir informações e de tentar novas experiências. Aos poucos você irá perceber que está completamente adaptado e terá, inclusive, seus locais preferidos: a padaria que faz o pão que você gosta, o mercado que oferece os produtos que você precisa, o barzinho em que você se sente mais à vontade. Que esses sejam anos de muito estudo, (re)conhecimento e também diversão!

Um abraço da equipe Roca e até mais!

Guia do Calouro: onde e com quem morar em São Carlos?

Com os resultados dos vestibulares, vem aquela alegria, né?! Comemoração, a família toda orgulhosa… é um momento único, especial e feliz para quem vai ingressar no ensino superior. Mas, para quem não mora na cidade onde vai estudar, também bate aquele desespero. E agora? Onde morar? Como? Com quem? Mas calma que a gente tá aqui pra te ajudar a deixar esse processo mais fácil pra que você comece suas aulas sem preocupações 🙂

COM QUEM MORAR

Provavelmente no dia da matrícula você vai conhecer muitas pessoas que fazem parte de repúblicas. Sua decisão sobre com quem morar deve levar em consideração aspectos econômicos e também sua personalidade. Repúblicas são ótimas para dividir as contas entre todo o pessoal e também uma ótima opção para pessoas que gostam muito de conversar e de sempre ter alguém por perto. Já para pessoas que são um pouco mais reservadas, morar em menos pessoas ou até mesmo sozinho é uma opção. Os gastos talvez fiquem um pouco maiores, mas é uma alternativa para quem prefere mais privacidade. Para quem não quer morar sozinho, mas também não quer morar em uma rep com muitas pessoas, fica a dica: tente na hora da matrícula e na primeira semana de aula aproximar-se de pessoas que têm mais a ver com você e com sua personalidade. Se der um match, você pode chamá-la(s) para morar juntos!

Confira também: Morar sozinho ou em república?

ONDE MORAR

A primeira coisa a pensar é como será sua locomoção pela cidade. Para quem irá se locomover de ônibus, o ideal é conferir se perto da casa onde você irá morar há algum ponto no qual passa o busão pra sua faculdade. Já para quem prefere ir às aulas a pé, morar perto da universidade é uma alternativa. Em São Carlos, os bairros universitários perto da UFSCar e da USP são:  Jardim Lutfalla, Cidade Jardim, Arnold Schimidt, Jardim Paraíso, Santa Paula, Vila Marina, Vila Celina, Vila Brasília, Jóquei Clube e Jardim Macarengo. Na hora de escolher o local, não se esqueça de também verificar as facilidades que há ao redor dele: proximidade a mercado, padaria, banco, etc, pode ser um fator na hora da decisão. Uma ótima dica também é conversar com vizinhos e outros moradores do bairro. Eles vão poder te dar uma noção melhor de como é morar ali!

CASA, KITNET OU APARTAMENTO?

A decisão anterior vai levar você a esse momento: qual o melhor imóvel para se alugar (ou comprar, se for o caso). Se você escolher uma república, pode ser que ela já tenha uma casa alugada, neste caso, além das dicas acima, verifique também a segurança (portão, muros) e a comodidade dos quartos e outros cômodos. O mesmo vale para o apartamento, além de também verificar se há portaria, elevador e quais outros benefícios o condomínio pode te oferecer. Já a kitnet é uma opção para quem for morar sozinho (algumas até são espaçosas a ponto de ser possível dividir com alguém).  Verifique também o tamanho dos cômodos e como irá ficar a disposição dos seus móveis. Nos três casos, se você tiver carro ou moto, não se esqueça de consultar a disponibilidade de garagem. Outro fator importante a ser checado com sua imobiliária são as taxas a serem pagas. Qual o valor do condomínio e IPTU? Há alguma conta (água, luz, gás) que está inclusa no valor? Escolha uma imobiliária de confiança que possa te ajudar com estas informações e te proporcionar o melhor custo-benefício!

Por fim e o mais importante de tudo é você escolher um lugar que faça te sentir em casa, com pessoas que te passam essa confiança e conforto. Afinal, uma moradia cômoda e pacífica com certeza irá influenciar positivamente nos seus estudos.
Para mais dicas, confira nosso próximo post sobre o pós-mudança!

Um abraço da equipe Roca e até mais!